Conheça os 6 tipos de máscara disponíveis durante a pandemia de COVID-19

Conheça os 6 tipos de máscara disponíveis durante a pandemia de COVID-19
tipos de máscara disponíveis durante a pandemia

As máscaras, são uma medida de proteção potencialmente eficaz na prevenção da infeção durante a pandemia por COVID-19. Neste artigo vamos dar a conhecer 6 tipos de máscara disponíveis durante a pandemia para proteção contra coronavirus.

Devemos usar máscara?

Sim, devemos! A utilização de máscara é atualmente recomendada pelas autoridades de saúde, nacionais e internacionais. Contudo, há profissionais que continuam a defender o uso restrito. Segundo estes, apenas é recomendado a utilização a nível hospitalar ou em situações semelhantes.

Tipos de máscara disponíveis durante a pandemia COVID-19

Em primeiro lugar, relembramos a importância de usar a máscara corretamente, independentemente do seu tipo. Ou seja, mais importante do que usar máscara, é a sua utilização adequada. Assim, é fundamental colocar e retirar sempre pelos elásticos. Para além disso, deve mexer o menos possível. Naturalmente, devemos também certificar se a máscara está corretamente colocada no rosto. Em suma, deve usar sempre de acordo com as instruções do fabricante.

Que tipo de máscara devo usar?

Irá aqui conhecer todos os tipos de máscara disponíveis durante a pandemia!

Apresentamos uma lista organizada da seguinte forma – de menor nível de proteção para maior. De notar que, de uma forma geral, quanto maior o nível de proteção, menor será o conforto. Mas, além do desconforto, há também maior a sensação de obstrução à entrada de ar. No entanto, como vamos ver, há exceções!

Máscaras de tecido

As máscaras de tecido são todas iguais?

Na verdade, não! Atualmente, existe uma grande variedade de máscaras de tecido. Assim, temos, por exemplo, as máscaras fabricadas industrialmente. Estas são normalmente certificadas pelo Citeve.

Mas, posso usar estas máscaras independentemente do número de lavagens? Não! As máscaras de tecido estão sujeitas a um número limitado de lavagens, dependendo do seu fabrico. Logo, após esse número terão de ser descartadas.

Que outro tipo de máscaras em tecido posso usar? Além das referidas anteriormente, existem as máscaras de tecido feitas em casa. Logo, estas são frequentemente chamadas “máscaras sociais”.

Estas máscaras tem filtro?

Qualquer uma destas máscaras pode conter um filtro no interior. Segundo os fabricantes, este pode ser substituído a cada lavagem. Em alternativa, algumas têm várias camadas de tecido com diferentes porosidades.

Quais as vantagens das máscaras de tecido? São sempre a melhor escolha?

Não, não são sempre a melhor escolha! Assim sendo, apesar de serem uma alternativa financeiramente mais rentável e mais ecológica, as máscaras de tecido não são consensuais. Segundo alguns estudos, estas apresentam níveis de proteção muito pouco fiáveis. Portanto, serão mais indicadas para proteger o próximo do que o próprio utilizador.

Resumindo, especialmente em locais com muitas pessoas, não são o tipo de máscara indicada.

Máscaras cirúrgicas

As máscaras cirúrgicas, disponíveis também para o público em geral, são uma das opções mais vistas. Quais os motivos? Na verdade, estas apresentam níveis de proteção intermédios e são baratas.

Qual o nível de proteção que oferecem?

As máscaras cirúrgicas oferecem um nível de proteção superior à maioria das máscaras de tecido. No entanto, as máscaras cirúrgicas podem ter várias camadas ou não. Logo, as máscaras cirúrgicas com apenas uma camada oferecem um nível de proteção muito reduzido.

Mas, as máscaras cirúrgicas oferecem alguma proteção para os outros? Sim, o seu uso evita que o utilizador projete gotículas para as pessoas próximas. Além disso, tem a vantagem de não ser difícil a respiração.

Quanto tempo devo utilizar uma máscara cirúrgica?

Uma máscara cirúrgica pode ser usada durante umas horas. Depois, deve ser descartada e não deve ser voltada a utilizar.

Por último, há que recordar que as máscaras cirúrgicas não são biodegradáveis, pelo que deve haver cuidado ao descartá-las.

Máscara tipo FFP2 ou KN95

Em Portugal, estão disponíveis as máscaras FFP2 ou KN95 que são incluídas na mesma categoria.

Quais as suas vantagens?

Em primeiro lugar, estas máscaras providenciam uma maior proteção. Assim, conseguem filtrar a entrada da maioria das partículas. Isso acontece pois a superfície da máscara tem os poros de dimensão muito inferior comparando com as anteriores.

No entanto, o facto de darem uma proteção superior significa que o ar que entra e sai da máscara de cada vez (caudal) é menor. Logo, serão menos agradáveis de usar!

Podem ser utilizadas durante mais tempo?

Tal como as máscaras cirúrgicas, também estas são descartáveis. No entanto, considera-se que podem ser utilizadas durante mais tempo. Além disso, eventualmente poderão ser reutilizadas em casos pontuais, apesar de não haver diretivas específicas para esta reutilização.

Máscara tipo N95

As máscaras N95 têm um poder de filtragem de partículas ligeiramente superior.  Contudo, são menos confortáveis de usar, pois permitem uma passagem de ar ainda inferior.

Estas máscaras são mais difíceis de encontrar à venda.

São também descartáveis?

Sim, estas como as anteriores são máscaras descartáveis.

Máscara tipo Válvulado

As máscaras com válvula, são máscaras de proteção superior como FFP3 ou N95.

Qual a vantagem destas máscaras com válvula?

Em primeiro lugar, quando bem aplicadas, providenciam uma proteção contra infeções respiratórias muito elevada.

Além disso, ao contrário das restantes máscaras, não dificultam a respiração do utilizador. Logo, permitem que o ar entre filtrado e saia pela válvula.

E, quais as desvantagens?

Estas máscaras são menos seguras para as pessoas que estão próximas, pois o  ar expelido será projetado pela válvula sem ser filtrado.

Acresce também o facto de também serem descartáveis. Assim sendo, a recomendação de uso é similar às FFP2.

Viseiras

Em primeiro lugar, lembramos que as viseiras não são substitutos das máscaras. Mas então, não devem ser usadas? Devem sim! Na verdade, são complementos recomendáveis em determinadas situações.

Como protegem as viseiras?

A viseira é translúcida e cobre toda a face do utilizador, sendo uma barreira física não porosa. Assim, evita que a maioria de gotículas, que possam ser projetadas, cheguem à face de quem a está a utilizar.

As pessoas com maior risco devem usar?

Atualmente, as viseiras estão recomendadas associadas às máscaras, em especial para pessoas de maior risco ou que estejam mais expostas. Por último, relembramos que tanto como as máscaras, as viseiras são descartáveis.

Gostou do artigo? Deixe aqui o seu comentário.